Esta menina, de 8 anos, foi sozinha na farmácia. O que ela queria comprar fez o farmacêutico chorar…


Essa é a história de Tess, uma menina de 8 anos que salvou seu irmão com a sua inocência de criança. O caso se passou nos Estados Unidos, onde não existe nenhuma assistência médica do Estado e onde a Medicina é totalmente privada.

A família de Tess estava em apuros. O seu irmão Andrew estava muito doente e todos teriam que se mudar para o subúrbio porque não havia dinheiro paras despesas médicas e o aluguel do apartamento.

O irmão de Tess precisava de uma intervenção cirúrgica e seu pai não tinha dinheiro suficiente. Ela ouviu seu pai dizer à sua mãe que chorava em desespero: “Somente um milagre poderá salvá-lo”.

A pequena Tess toma uma decisão: ela precisa ajudar seu irmão. Vai ao quarto e pega todo o dinheiro que tem no seu cofrinho. Conta 3 vezes as moedas e sai clandestinamente de casa, percorre 5 quadras até à farmácia Rexall.

Do alto dos seus 8 anos, ela esperou pacientemente que o farmacêutico prestasse atenção na sua presença,pois ele estava em animada conversa. A menina tossiu, esfregou os pés no chão até que, finalmente, ela pegou uma moedinha e bateu no vidro da porta.

“O que você quer ?” disse com voz aborrecida o farmacêutico. “Meu irmão chegou de Chicago, estamos conversando, não nos vemos há séculos”, disse, tentando se livrar da menina.

“Bem, deixa lhe falar sobre meu irmão”, respondeu a menina, no mesmo de aborrecimento. “Ele está muito doente… e eu preciso comprar um milagre”.

“Como?”, disse atônito o farmacêutico.

“O nome dele é Andrew e tem alguma coisa muito ruim crescendo dentro cabeça dele. Papai disse que só um milagre iria salvá-lo. Por favor, quanto custa um milagre ?”

“A gente não vende milagres aqui, menina. Me desculpa, mas não posso ajudá-la”, disse o farmacêutico, num tom mais ameno.

“Por favor, diga-me quanto custa, eu tenho o dinheiro para pagar. Se não for suficiente, eu consigo o resto.

O irmão do farmacêutico, que era um homem bem vestido, resolveu perguntar à garotinha: “que tipo de milagre seu irmão precisa ?”

“Não sei”, respondeu Tess, olhando para ele. Mamãe diz que ele tem que ser ser operado, mas Papai não pode pagar. Então quero usar meu dinheiro.”

“Quanto você tem aí?”, perguntou o irmão do farmacêutico.

“1 dólar e 11 centavos”, respondeu a menina. “É tudo o que eu tenho aqui… mas posso conseguir mais, se for preciso.”

“Puxa, que coincidência”, disse o homem de Chicago. “1 dólar e 11 centavos  é justamente quanto custa um milagre para irmãozinhos”.

Acontece que o irmão do farmacêutico era o médico Carlton Armstrong, um cirurgião especializado em neurocirurgia. Ele operou o pequeno Andrew sem cobrar nada e, meses depois, a criança estava em casa recuperada.

“A cirurgia foi um milagre real”, disse a mãe de Tess. “Gostaria de saber quanto deve ter custado”. A menina sorriu. Tess sabia exatamente qual era o preço de um milagre… 1 dólar e 11. E a a fé de uma garotinha.



Deixe seu comentário!




x