E agora, posso ter relação sexual na Gravidez ?


Cansaço, náuseas, sonolência, mudança hormonal e fatores psicológicos como medos e inseguranças, podem fazer com que a mulher perca o desejo sexual durante a gestação.

gravidanua_thumb

Segundo a psicóloga Renata Figueiredo, no decorrer do primeiro trimestre de gestação há, frequentemente, uma diminuição da libido, que tende a melhorar após esse período de adaptação.

“Passado os sintomas desagradáveis do inicio da gestação há uma sensação de bem-estar geral e a realização como mulher através do desejo de ser mãe”, aponta a psicóloga.

img_9886-copy-04

Renata enfatiza que a libido da futura mãe é ainda mais intensa durante a gravidez, “devido à elevação na taxa de estrógeno neste período, bem como da melhor irrigação sanguínea dos órgãos genitais e dos seios”.

O desejo do homem também muda
Para o homem, as mudanças no desempenho sexual também são comuns. É possível que, no primeiro trimestre, ele sinta mais desejo do que nunca. “Para muitos homens, o fato de engravidar uma mulher representa a confirmação de sua própria masculinidade”, garante a psicóloga.

beautiful-boudoir-maternity1

No entanto, há aqueles que tem dificuldades em encarar a nova mamãe como mulher, como sua parceira na cama. “O homem passa a confundir maternidade com santidade, excluindo a sexualidade da vida do casal”, aponta o psicólogo e psicanalista Rodrigo Penhalver.

A estética da companheira também pode influenciar na libido. “A maioria tende a gostar das novas curvas da mulher, mas muitos também consideram os seios vazando nada excitantes,” afirma Renata.

792

Importância do sexo
A falta de sexo pode trazer prejuízo para o relacionamento afetivo dos futuros pais, frente às adversidades desse período.

“A relação sexual contribui para o bem-estar do casal, caso contrário podem surgir conflitos”, alerta o psicanalista. O homem pode interpretar essa falta de interesse como sinal de rejeição. Para isso, a comunicação e demonstração de carinho são essenciais.

“Muitos homens se sentem enciumados ou abandonados com a gravidez, e pode piorar se existir uma menor atividade sexual”, diz Rodrigo. Essa sensação de exclusão ainda pode permanecer com a chegada do filho, quando a mãe irá dispensar maior tempo e atenção ao bebê.

004

Como manter o desejo no período gestacional
Durante a gestação, principalmente nos últimos meses, algumas posições podem se tornar desconfortáveis. Portanto, existe a necessidade de reinventar o sexo entre o casal, transformando este momento em um verdadeiro ato de amor e intimidade.

“O que muita gente se esquece é que o desejo é algo que precisa ser constantemente reativado, independente de condições e da idade”, garante Renata.

Segundo a psicóloga, é preciso observar os toques e ritmos e prestar atenção ao que dá prazer para cada um.

A dica é experimentar outras posições e investir tempo e criatividade nas preliminares. Além disso, sedução, carinho, luz de velas, massagens, óleos aromáticos e a doçura de palavras de amor ao pé do ouvido também podem se tornar grandes aliados. (Fonte: Papo Feminino)

Consultoria: Renata Figueiredo, psicóloga especializada em aromaterapia, da Aldeia. Rodrigo Penhalver, psicólogo clínico e psicanalista.



Deixe seu comentário!